Novo texto da reforma da Previdência está pronto e será apresentado a Bolsonaro
12/02/2019 21:34 em Politica

O texto-base da reforma da Previdência já está pronto pra ser apresentado ao presidente da República, Jair Bolsonaro. O núncio foi feito nesta terça-feira (12) pelo secretário especial de Trabalho e Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho. A expectativa é que o texto chegue ao chefe do Executivo Nacional ainda nesta quarta-feira (13).

Após uma reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, Rogério Marinho afirmou a jornalistas que a nova proposta está bem diferente da minuta que foi recentemente vazada pelo jornal "O Estado de S. Paulo".

O texto divulgado pela imprensa previa, por exemplo, que tanto homens quanto mulheres, se aposentassem com a mesma idade. No caso, 65 anos. No entanto, questionado sobre a idade mínina estabelecida no novo texto, Marinho disse que ainda não poderia repassar essa informação.

Também não foram feitos comentários sobre a inclusão do militares na reforma, ou se haverá uma regra de aposentadoria específica para servidores públicos.

Rogério Marinho também garantiu que a equipe se preocuou em elaborar um texto-base de forma técnica.“Ele [o texto] passou por avaliação da Casa Civil, Ministério do Desenvolvimento Social, Agricultura, das várias secretarias que fazem parte do Ministério da Economia. Recebemos contribuição de economistas de todo o país, e observamos o texto que já existe na Câmara Federal”, disse.

O secretário também ressaltou que o envio da proposta só está dependendo de um espaço na agenda do presidente Bolsonaro, que está internado no hospital Albert Einsten, se recuperando de uma pneumonia e de uma cirurgia.

“É evidente que existem pontos que serão levados à presença do presidente, para que ele possa tomar sua posição, para que ele possa definir de que forma isso chegará à Câmara Federal" afirmou o secretário.

 Rogério Marinho, que tem pressa para que a matéria seja aprovada pelo Congresso Nacional, acredita que o texto deve chegar para análise na Câmara dos Deputados no dia 20 de fevereiro deste ano.

Agencia do Radio

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!